Extensor Peniano → Realmente Funciona? Confira nossa análise

Muitos homens não estão satisfeitos com o tamanho do seu pênis, o que impacta a sua autoconfiança, sua vida sexual e seus relacionamentos.

Extensor Peniano

Resumo: Extensor Peniano
Indicado para
  • Casos de Micropênis
  • Doença de Peyronie
  • Melhora estética
Método para aumento
  • Hastes de metal que “forçam” o pênis a ficar alongado
  • Anéis de compressão
Tempo médio para aumento
  • Entre 2 a 6 meses (Vai depender do tempo utilizado e do organismo de quem usa)

Entre as soluções desenvolvidas ao longo de décadas, surgiu o extensor peniano, que é um dispositivo mecânico capaz de aumentar o tamanho do pênis.

Mas ainda existem muitas dúvidas: Será que funciona? Como usar? É seguro? Esses são apenas questionamentos levantados por alguns homens.

E caso você esteja passando por essa situação, o melhor a fazer é buscar o máximo de informações. Assim, vai conseguir avaliar em detalhes todos os benefícios do extensor peniano.

Muitos estudos foram feitos e comprovaram um aumento de 1,7 cm. Pode até parecer pouco, mas para alguns homens esse aumento é fantástico.


O que é

O extensor peniano é como se fosse uma prótese mecânica que vai exercer uma pressão sobre o pênis, de forma a aumentar seu tamanho.

Através da tração exercida sobre o pênis, vai promover a multiplicação das células, o que possibilita tanto o aumento quanto a espessura.

É um procedimento já usado há séculos por algumas civilizações, como alongar os tecidos ao nível do pescoço e dos lábios, por exemplo.

Ele é composto por dois anéis de plástico, sendo um preso na base do pênis e outro na glande (na cabeça do pênis), e duas hastes para realizar a tração.

Essas hastes podem ser reguladas, para adaptar a tamanhos diferentes de pênis.

O grande diferencial do extensor peniano é que os seus resultados são permanentes e não causa nenhum prejuízo à saúde.

E, hoje em dia, é um dos métodos mais procurados por homens que desejam aumentar seu pênis, de uma forma segura e confortável.

Como é pequeno, os homens podem levá-lo para qualquer lugar e assim, usar de 3 a 4 horas por dia. Mas é preciso prestar bem atenção para não exagerar no seu uso, pois pode causar lesões quando mal utilizado.


Para que serve

Em primeiro lugar, vale lembrar que o pênis é composto de tecidos e de corpos cavernosos, os quais podem ser potencialmente esticados. E é exatamente isso que serve o extensor.

Graças à força da tração que você define, o dispositivo tem como principal finalidade aumentar o tamanho do pênis em ereção, podendo atingir cerca de 30%.

E quando se fala em tamanho, não é apenas o comprimento, mas também sua espessura.

Vale ressaltar que possui um outro objetivo que é combater a doença de Peyronie, responsável pela curvatura anormal do pênis, o que torna a relação sexual muito incômoda.

Nesse caso, o dispositivo corrige essa curvatura, permitindo aos homens a possibilidade de ter uma vida sexual satisfatória.

Mas é importante ressaltar que não se deve esperar que o pênis vai aumentar em 5 centímetros em 2 semanas.

Ao longo de 2, 3, 6 meses, alguns centímetros serão obtidos devido à ação gradual do extensor.

Ele serve também para melhorar a qualidade das ereções, pois à medida que os tecidos penianos são esticados, deixam mais espaço para que o sangue flua em direção aos corpos cavernosos.

Assim, haverá o aumento do fluxo sanguíneo, o que corresponde a ereções mais potentes e mais duradouras.


Funciona mesmo?

Em primeiro lugar, é importante entender como se dá a ereção para explicar melhor como o extensor peniano funciona.

O pênis, que é composto dos corpos cavernosos e fibras musculares, quando é estimulado, há um aumento de fluxo sanguíneo para esses corpos cavernosos.

E depois o pênis fica rígido, em razão do aumento da pressão sanguínea que obstrui as veias e impede o sangue de sair. Assim, ele está pronto para a penetração.

Agora saiba por que o extensor peniano funciona mesmo: porque ele vai jogar mais sangue no pênis durante a fase de excitação, fazendo com que ele fique maior em tamanho ou espessura.

O extensor peniano funciona porque ele exerce uma tração sobre as células do pênis, e assim, as células começam a se dividir.

A partir do momento que uma célula se divide em duas, o pênis passa a ter mais tecido, e por consequência, torna-se maior.

Além disso, a tração também provoca um aumento do fluxo sanguíneo para o pênis, melhorando a performance sexual e a libido.

Veja os principais benefícios:

  • Aparelhos discretos;
  • Efeitos visíveis já nas primeiras semanas;
  • Os resultados serão permanentes;
  • Fácil de usar;
  • Agem também na qualidade das ereções.

Só é preciso um pouco de paciência e disciplina, mas é considerado o que tem de melhor quando o assunto é aumentar o tamanho do pênis.


Quando devo usar?

Se você está insatisfeito com o tamanho do seu pênis e isso está afetando o seu desempenho sexual, o extensor peniano é uma ótima opção, principalmente por se tratar de uma técnica não invasiva.

A maioria dos fabricantes recomenda a não utilizar o aparelho por, pelo menos, 6 horas antes das relações sexuais.

Só lembrando que quando você estiver usando o extensor, deve sempre se sentir o mais confortável possível.

Caso sinta alguma dor ou desconforto, deixe de usar o dispositivo por 24 horas e retome no outro dia.

E uma outra coisa: nunca utilize quando for dormir ou quando estiver praticando algum exercício físico.

Caso você apresente algum problema de curvatura do pênis, o extensor peniano tem mostrado resultados muito eficazes, pois ajuda na sua correção.

Também é indicado em pós-operatórios de cirurgias penianas, especialmente para prevenir sequelas.


Como saber se o pênis é pequeno?

É bom deixar bem claro que essa questão é bem particular. De repente, você tem um pênis de tamanho normal, mas para você é pequeno.

O problema é que muitos homens ficam inseguros e perdem a confiança em razão do tamanho do pênis.

Uma outra coisa é que há quem pense que é o tamanho do pênis que proporciona mais prazer à mulher, mas não, porque a parte mais sensível da vagina é logo a do início.

Assim, não é necessário haver toda a penetração.

Voltando ao tamanho do pênis. O pênis pode ser considerado realmente pequeno quando for menor do que 2,5 desvios-padrão da média para a idade.

E se você considerar 13,3 cm para um sujeito adulto, um pênis pequeno teria a medida de 9,3 cm.

Agora, existem casos em que o pênis é menor do que isso e são chamados de micropênis, que geralmente é decorrente de algum problema endócrino ou genético.


Quais os tipos?

Existem vários modelos disponíveis no mercado, mas a maioria é composta de material leve e discreto, composto por dois anéis de plástico e duas hastes para realizar a tração.

Alguns tipos podem disponibilizar espuma ou borracha para uma maior proteção.

Dessa forma, você pode levar para qualquer lugar e usar ao longo do dia.

Antes de adquirir o extensor, é importante verificar se o material é de qualidade e se possui garantia.

Essa é uma segurança a mais que o usuário tem que o aparelho realmente vai funcionar corretamente.

É importante escolher um aparelho que lhe ofereça um design confortável e assim, seus ganhos serão seguros e efetivos.

Vale também fazer uma pesquisa e escolher aquele que atenda a controle de qualidade estabelecidos pelos órgãos que autorizam sua comercialização.


Como usar

A primeira coisa é ajustar o extensor ao tamanho do pênis, de forma que fique perfeitamente encaixado no dispositivo. Vale lembrar que o pênis deve estar flácido.

Quando for usar, é preciso regular as hastes em relação ao pênis ereto. Veja o passo a passo:

  • Ajustar o dispositivo para o tamanho do pênis em ereção (o órgão precisa estar flácido);
  • Coloque o anel na base do pênis e na glande;
  • Force o pênis para baixo;
  • Regule para que não fique apertado;
  • Depois basta tracionar o aparelho.

No começo, é possível sentir um certo desconforto, mas com o uso diário, essa sensação tende a desaparecer.

Mas caso você sinta alguma dor, provavelmente é porque você colocou pressão demais. Basta soltar um pouco, reduzindo as hastes. E depois, retome seu uso.

Você pode ajustar para que seja exercido um alongamento leve e inclusive, é possível continuar a fazer as suas tarefas do dia a dia.

Uma dica é você começar a usar por uma, duas horas e ir gradualmente aumentando esse tempo.


Por quanto tempo devo usar

A utilização do extensor peniano exige um pouco de paciência para ver os primeiros resultados. É o mesmo processo de quando se faz musculação: a repetição dos exercícios que ajudam no crescimento dos músculos.

O tempo de uso varia muito de homem a homem. Enquanto alguns já percebem a diferença nas primeiras semanas, em outros demora um pouco mais.

O aumento do pênis a longo prazo depende principalmente do uso correto do extensor peniano.

É recomendado usar o dispositivo, pelo menos, de 6 a 8 horas por semana, deixando um dia da semana sem utilizá-lo.

O ideal é ir aumentando o tempo de uso aos poucos. Por exemplo, 1 hora por dia, 2 horas, 3 horas, e assim sucessivamente. E você já vai notar uma diferença.

É preciso fazer com que seu organismo se adapte a esse novo aparelho.

Cada fabricante possui as indicações específicas quanto ao uso. Por isso que é importante ler todas as instruções antes de começar a usar o extensor.

Em uma pesquisa publicada pela British Association of Urological Surgeons mostrou que alguns homens obtiveram o aumento de 1,7 cm usando o extensor durante 4 horas por dia, por um período de seis meses.

Na verdade, o aumento peniano pode chegar até 3 cm, tudo vai depender da genética de cada pessoa.

É claro que quanto mais tempo você utilizar, melhores serão os resultados. Mas preste atenção: a cada 2 a 3 horas de uso, é recomendado fazer uma pausa de 50 minutos, para relaxar o pênis.

Então, para um resultado mais eficaz, é aconselhado usar o extensor de 6 a 8 horas por dia, de 5 a 9 meses. Mas em 4 meses, você já vai perceber uma grande diferença.

Por isso, não se pode criar muitas expectativas acreditando que logo nas primeiras semanas já haverá o aumento peniano.

É preciso esperar por, pelo menos, 4 meses.

Mas quanto é usado de forma gradual, os efeitos serão permanentes e sem causar nenhum tipo de risco.

Prestar atenção a alguns sinais, como por exemplo, se o pênis fica frio ou uma sensação de formigamento, é indicado interromper o uso para permitir a melhor circulação do sangue.


Perguntas frequentes

Realmente funciona?

Sim, já está provado que funciona e os resultados são permanentes, tanto em relação ao tamanho do pênis como sua espessura.

Ele gera o crescimento dos tecidos e vasos do pênis, assim como dos corpos cavernosos.

É seguro?

O extensor peniano é seguro e não tem nenhum efeito colateral, desde que o usuário siga corretamente as instruções do fabricante.

Você apenas deve ficar atento para não forçar demais

Em relação à segurança, é melhor escolher o site de um fabricante confiável, testado clinicamente e aprovado por profissionais habilitados.

Essa é a certeza que o produto é original e que não vai gerar nenhum prejuízo à saúde.

Mas, mais uma vez, a mudança não é imediata. É por isso que alguns homens se desmotivam e param de usar o extensor.

Apesar do aumento não ser perceptível a curto prazo, ele é permanente. Novas células se formam e o pênis cresce naturalmente.

Uma outra dúvida bem frequente é que se não traz nenhum risco. É bom dizer que é importante estar atento a alguns sinais.

Por exemplo, há um risco de bloquear o fluxo sanguíneo, mas isso é fácil de detectar: Quando se perde a sensação ao nível da glande e esta vai ficar com uma cor violeta.

Nesse caso, é necessário interromper o uso, diminuindo a tração.

Por isso que é fundamental seguir todas as instruções do fabricante. E, principalmente, controlar um pouco a ansiedade porque os resultados virão com o tempo.

É claro que os resultados variam, pois depende da idade, da genética, do problema em si, mas a grande maioria dos homens que passaram a usar o extensor peniano relataram que notaram uma grande diferença.

E paralelo a isso, elevaram a sua autoconfiança e isso se refletiu diretamente na qualidade de suas relações sexuais.

Write a Comment