Aumento Peniano → Como Fazer, Riscos e Tratamentos

O tamanho do pênis preocupa muitos homens. Desde a adolescência, eles ficam comparando, medindo e se perguntam: “será que meu pênis é normal”?

aumento peniano

Resumo: Aumento Peniano
Indicado para
  • Casos de Micropênis
  • Acidentes em que houveram mutilação
Métodos para aumento
  • Bomba a vácuo
  • Extensor peniano
  • Exercícios
  • Anéis penoescrotais
  • Lipoaspiração do púbis
  • Medicações
  • Cirurgia
Tempo médio para aumento
  • Entre 3 meses a um ano

Depende do método utilizado e do organismo do usuário

E hoje, um dos principais motivos pelos quais um homem deseja o aumento peniano está relacionado a melhorar sua performance durante uma relação sexual.

Mas é bom que fique claro que, os médicos afirmam que o que interfere no bom desempenho sexual é a espessura do pênis e não seu comprimento.

Isso porque a região mais sensível da vagina é a área proximal, sem ser necessário a penetração total.

Vale destacar que, muitos homens que buscam pelo aumento peniano, possuem um pênis de tamanho normal, só que têm uma visão errada sobre o tamanho.

Às vezes, o nível de ansiedade está tão elevado que resolvem ir em busca de uma solução para o seu “problema”, que pode estar ligado a uma questão de fundo emocional ou psicológico.


Aumento peniano

O aumento peniano nada mais é do que técnicas com a finalidade de aumentar o tamanho do pênis e, na maioria das vezes, é buscado por homens insatisfeitos com o tamanho, mesmo sendo considerado normal.

E talvez você se pergunte: se o tamanho do pênis é normal, qual a razão para querer aumentá-lo?

Pois isso afeta a sua autoestima, tendo impacto direto no seu desempenho sexual, porque na maioria das vezes o tamanho do pênis está relacionado à masculinidade.

E é justamente o tamanho do pênis que pode estar impedindo de ter uma vida sexual satisfatória.

Já se sabe que o fluxo sanguíneo no pênis que garante a ereção. Assim, um estilo de vida saudável e praticar uma atividade física melhoram a circulação sanguínea e, por consequência, o aumento do pênis.

Além disso, existe o fator psicológico, pois a maioria dos homens apresentam tamanhos de pênis dentro da normalidade.

Por isso que, dependendo do caso, é indicado buscar aconselhamento psicológico.

É importante sempre deixar claro que o tamanho não tem nenhuma relação com a função do órgão, nem no aspecto do funcionamento em si nem na sua função sexual.

Mas caso o homem apresente algum tipo de disfunção sexual acompanhada de dor, perda de ereção ou pênis torto, o médico deve ser consultado imediatamente.


É possível aumentar o pênis?

Apesar de ser possível aumentar o pênis através de algumas técnicas, nem sempre têm o resultado esperado.

O mais indicado é primeiro buscar por formas mais naturais, como exercícios de alongamento, uso de aparelhos para alongar o pênis, medicamentos com ingredientes naturais.

É aconselhável adotar uma alimentação equilibrada, fazer exercícios físicos, evitar o cigarro, moderar o consumo de álcool e gerenciar o estresse e a ansiedade.

Muitas vezes, isso já vai ajudar a promover um aumento peniano.

E somente em último caso é que se deve recorrer a uma cirurgia, pois é um procedimento mais invasivo e causar algum outro tipo de problema, por exemplo, uma deformidade.


Aumento peniano funciona?

Há ainda muita polêmica envolvendo o aumento peniano, onde alguns métodos são mais eficazes e outros nem tanto.

É preciso avaliar com muita atenção porque alguns procedimentos podem acarretar efeitos colaterais mais sérios, por exemplo, disfunção erétil e encurtamento do pênis.

O ponto que merece ser ressaltado é que grande parte dos homens que buscam uma solução, possuem um pênis de tamanho normal.

De repente, associam o tamanho ao seu baixo desempenho sexual ou mesmo possuem uma falsa imagem do seu órgão.

Entre os transtornos psicológicos mais frequentes, pode-se citar o transtorno dismórfico corporal e a dismorfia peniana.

O transtorno dismórfico corporal é quando o indivíduo acredita que possui um “defeito”.

Já a dismorfia peniana é aquele homem que possui o pênis de tamanho normal, mas acha que o tamanho é inadequado.


Como aumentar o tamanho do pênis

Na verdade, essa questão é bem particular, porque a percepção de o pênis tem tamanho normal ou não varia de homem para homem.

Existem formas de aumentar o pênis, entretanto, caso o resultado não seja o esperado, o melhor é consultar um urologista para avaliar outras opções, como a cirurgia, por exemplo.

Exercícios de alongamento podem ser feitos em casa, mas é preciso estar atento pois devem ser feitos com o pênis flácido para não causar nenhum dano ao órgão.

Hoje, no mercado, existem vários medicamentos disponíveis, com o objetivo de aumentar o fluxo sanguíneo. Isso faz com que haja o aumento do tamanho e espessura, mas somente enquanto o efeito do medicamento durar.

Também existem suplementos compostos de princípios ativos que permitem aumentar a libido, a ereção e ao mesmo tempo, aumentar o tamanho do pênis e sua espessura.

Geralmente, sua composição é com base em substâncias naturais, logo, não causaria nenhum efeito colateral indesejado.

Mesmo assim, não é aconselhável tomar qualquer tipo de medicamento, por mais natural que seja, sem consultar um médico previamente.


Métodos para aumentar o tamanho do pênis

Os métodos mais utilizados para o aumento peniano são:

  • Bomba a vácuo: o pênis é colocado em uma ampola e com a ajuda da bomba, o ar é sugado;
  • Extensor peniano: são armações ou pesos para pendurar o órgão, tracionando o pênis;
  • Exercícios: com o uso de um gel lubrificante, o pênis em estado flácido é estimulado por meio de exercícios desde a sua base até a base da glande;
  • Anéis penoescrotais: o aumento peniano seria decorrente da pressão interna feita pelo sangue nos corpos cavernosos;
  • Lipoaspiração do excesso de gordura do púbis: isso faz com que a base do pênis fique mais visível, melhorando o aspecto;
  • Medicações: existem alguns medicamentos à base de ervas que melhoram a circulação sanguínea;
  • Cirurgia: que consiste em cortar o ligamento que une a base do pênis ao osso do púbis.

Esses são os métodos mais procurados, mas o ideal é sempre buscar a orientação de um especialista, no caso, um médico urologista.

É importante sempre levar em conta possíveis efeitos colaterais, de forma que a saúde não seja prejudicada.


Cirurgia para aumentar o pênis

A faloplastia é o nome dado à cirurgia para aumentar o pênis. Apesar de não ser muito praticada no Brasil, é muito usada em alguns países da Europa e Estados Unidos.

Além de ter como finalidade o aumento peniano, a cirurgia é feita mais frequentemente quando o paciente sofreu uma perda de parte do órgão, seja por um acidente ou doença.

Essa cirurgia consiste na retirada de gordura no órgão genital e é feito o alongamento ou alargamento com a própria gordura do paciente. Os médicos que realizam a faloplastia afirmam que pode haver o aumento de até 5 cm.

Aqui no Brasil, o Conselho Federal de Medicina só autoriza a cirurgia em casos de homens com micropênis ou para reconstrução de tecidos mutilados.

Na verdade, se trata de um procedimento estético, e não apenas aumentando o tamanho do pênis, mas também sua espessura.

Após a cirurgia, deve haver o acompanhamento médico, incluindo sessões de fisioterapia.

Existe um outro procedimento cirúrgico, que é a prótese peniana. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, é indicada em casos de disfunção erétil.

Outros casos onde a cirurgia é válida:

  • Doença de Peyronie, que é uma dificuldade de ereção e ao mesmo tempo dolorosa;
  • Retração peniana;
  • Quando a uretra está na posição errada.

Independente do tipo de cirurgia, é necessário avaliar com muita cautela sua real necessidade e em caso positivo, que o homem tenha passado antes por uma avaliação psicológica.


Bomba de vácuo

Em geral, a bomba de vácuo é indicada para homens que desejam um resultado mais imediato, ou seja, por um período curto ou que têm problemas de manter uma ereção por mais tempo.

Sua principal função é aumentar o fluxo sanguíneo do pênis, tornando-o mais ereto.

Mas é importante seguir todas as recomendações do fabricante quanto ao uso. Caso contrário, pode lesionar o órgão em casos de uso excessivo.

Ela é formada por um tubo onde se insere o pênis, onde esse tubo está ligado a uma bomba. Ao acionar a bomba, todo o ar é retirado, possibilitando a ereção.

Em determinados casos, esse dispositivo pode apresentar resultados a longo prazo, fazendo com que o homem volte a ter ereções naturais.

Mais uma vez, a bomba a vácuo não aumenta o pênis e sim permite a ereção para o ato sexual.


Como aumentar de forma natural

É importante você saber que ter um pênis maior depende diretamente do seu estado de saúde geral.

Se você consome alimentos saudáveis, faz exercícios físicos, sua circulação sanguínea vai melhorar e isso faz com que o pênis aumente.

Isso pode ser explicado por que os músculos lisos do pênis se beneficiam de uma boa circulação para elevar os níveis de oxigênio, o que permite ter ereções mais duradouras.

Agora, existem formas de aumentar de forma natural. Veja alguns exemplos:

  • Ginseng: melhora a função do sistema nervoso e promove o aumento peniano, pois aumenta o fluxo sanguíneo em direção ao pênis;
  • Ginkgo Biloba: também aumenta o fluxo sanguíneo, melhorando inclusive a performance sexual. Pode ajudar também homens que usam antidepressivos que levam à disfunção erétil;
  • Banana: alguns estudos mostraram que a banana, que é rica em potássio, faz bem ao coração, melhora a circulação sanguínea e assim, aumenta o tamanho do pênis.
  • Cebolas: também pesquisas demonstraram que a cebola é um excelente alimento para o aumento peniano;
  • Salmão: rico em ômega 3, que é um ácido graxo bom para o coração, ajuda a limpar o sangue, o que leva a um a aumento do fluxo para vários órgãos do corpo, incluindo o pênis.

Qual tamanho pode ser considerado pequeno

Se você considera o tamanho do seu pênis pequeno, saiba primeiro o tamanho médio de um pênis que é em torno de 9 cm flácido e 13 cm quando em ereção.

Já a circunferência ou espessura é de 9 cm flácido e 11 cm, ereto.

No caso dos brasileiros, a média está entre 12 cm e 17 cm, mas um pênis de 10 cm, apesar de estar abaixo da média, é considerado normal.

Agora, vamos para o caso em que o tamanho do pênis pode ser considerado pequeno, que se dá o nome de micropênis.

É uma situação bem rara, atingindo apenas 0,6% da população masculina, que é quando o pênis mede menos do que 2,5 cm quando está flácido.

Geralmente, são problemas hormonais, como deficiência do hormônio de crescimento e gonadotrofinas, como também síndromes genéticas e falta de sensibilidade a andrógenos.

Lembrando que o órgão funciona normalmente, a única coisa é que o tamanho é menor.


Como medir corretamente

Para quem não sabe como medir corretamente, é bom dizer que tanto para calcular o tamanho como a espessura, o pênis precisa estar ereto.

O ideal é usar uma régua para um resultado mais preciso.

Veja o passo a passo:

  • Coloque a régua na base do pênis;
  • Depois veja a medida da base até a glande (cabeça do pênis).

Apenas lembrando que essa medida deve ser tirada com o homem em pé. E quando colocar a régua, deve se forçar contra o corpo.

Já no caso da espessura, usar uma fita métrica é o recomendado, envolvendo-a na parte inferior do pênis. E depois, basta dividir a medida obtida por 3,141.

Por exemplo, no caso de ter dado 12 cm, a medida seria 12 dividido por 3,141, que daria 3,8 cm.


Bioplastia peniana

Em primeiro lugar, é importante entender o que é bioplastia peniana. Então, se trata de um procedimento estético que tem como finalidade aumentar o comprimento e a espessura do pênis.

Tem mostrado um resultado satisfatório, especialmente na vida sexual dos pacientes.

Uma outra questão é que não é recomendada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica devido aos efeitos colaterais do produto aplicado, que é o PMMA.

O problema é que esse produto não é absorvido pelo organismo e no caso de deformidades no local ou rejeição, é bastante complicada sua remoção.

Por isso que é fundamental buscar por um profissional habilitado e que use produtos autorizados pela ANVISA.

É um procedimento relativamente simples, feito no próprio consultório médico, e devido ao preenchimento, o órgão masculino fica mais volumoso. E se depois associar com fisioterapia, pode haver ganho no comprimento.

Write a Comment